segunda-feira, 27 de abril de 2009

3 Benefícios Gozados pelos Mórmons Poligâmicos


Acredita-se que Joseph Smith Jr. (fundador da igreja dos mórmons) teve 48 esposas. De acordo com seus praticantes, esse tipo de família goza dos seguintes benefícios:


-estão seguindo uma diretriz divina para entrarem no céu;
-obstáculo à infidelidade por parte do marido, já que com tantas esposas para escolher, ele não precisa "pular a cerca";
-mais gente para cuidar da prole.



A Igreja dos mórmons aceitava a poligamia masculina no século XIX, mas abandonou a prática em 1890, em consequências de intensas pressões do governo federal. No entanto, a prática da poligamia se manteve em algumas comunidades e é estimulada em seitas mórmons fundamentalistas, que não são reconhecidas pela organização principal, a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, sediada em Salt Lake City, Utah.



Poligamia segundo os mórmons era um mandamento de Deus que permitia o casamento de homens com duas ou mais mulheres. O governo federal americano reconheceu o estado de Utah e o recebeu na União dos Estados Norte- Americanos - sede da igreja até hoje, Utah está para os mórmons como o Vaticano está para os católicos.



O Livro de Mórmon como a bíblia é um livro de muitas interpretações, logo, não contém informações específicas a respeito de poligamia. No entanto, Smith começou a praticá-la em 1830 e, secretamente, contou a seus membros que havia recebido uma revelação: um homem deve ter várias esposas para se acessar o reino dos céus. Uns gostaram e outros adoraram de tal maneira que logo foram praticar o fabuloso mandamento. Além de Utah, o estado do Arizona possuem muitas famílias cujo chefe é poligâmico. O grupo pouco fala sobre si aos meios de comunicação, as mulheres e os filhos são submissos aos pais e a dificuldade pode ser maior quando uma esposa pretende se desmembrar, a história é interessante e cíclica, uma vez que a maioria veio de pais, avós e tataravós adeptos ao sistema poligâmico.




Até 1852, tanto era o número de mórmons praticantes da poligamia que a Igreja acabou reconhecendo a prática em um anúncio oficial. Eles se referem à poligamia como "casamento plural".

6 comentários

"Antonio" disse...

Vim Trazer uma linda Menssagem

A ARTE DE SER FELIZ

Acorde todas as manhã com um sorriso. Esta é mais uma oportunidade que você tem para ser feliz. Seja seu próprio motor de ignição. O dia de hoje jamais voltará. Não o desperdice, pois você nasceu para ser feliz!
Enumere as boas coisas que você tem na vida. Ao tomar consciência do seu valor, você será capaz de ir em frente com muita força, coragem e confiança! Trace objetivos para cada dia. Você conquistará seu arco-íris, um dia de cada vez. Seja paciente.

Não se queixe do seu trabalho, do tédio, da rotina, pois é o seu trabalho que o mantém em alerta, em constante desenvolvimento pessoal e profissional, além disso o ajuda a manter a dignidade.

Acredite, seu valor está em você mesmo. Não se deixe vencer, não seja igual, seja diferente. Se nos deixarmos vencer, não haverá surpresas, nem alegrias ... Conscientize - se que a verdadeira felicidade está dentro de você. A felicidade não é ter ou alcançar, mas sim dar. Estenda sua mão. Compartilhe. Sorria. Abrace. A felicidade é um perfume que você não pode passar nos outros sem que o cheiro fique um pouco em suas mãos.

O importante de você ter uma atitude positiva diante da vida, ter o desejo de mostrar o que tem de melhor, é que isso produz maravilhosos efeitos colaterais. Não só cria um espaço feliz para o que estão ao seu redor, como também encoraja outras pessoas a serem mais positivas.

O tempo para ser feliz é AGORA.

O lugar para ser feliz é aqui!


TENHA UMA LINDA E MARAVILHOSA SEMANA. E FIQUE COM DEUS.

De Antonio O blog da sua leitura Diária

Meus Blogs

http://oblogdasnoticias.blogspot.com/

http://curiosidadesdoplantaterra.blogs.sapo.pt/

http://projetokaratenaescola.spaces.live.com/

Brasileiros nos Estados Unidos disse...

Obrigada pela visita meu caro.

Anônimo disse...

Gostei da Matéria.
A poligamia hoje, ou melhor, desde os 90 quando o profeta* da Igreja ( atual) assumiu, é vista, pelo menos nos países latinos, pela direção da igreja como uma anomalia dentro da instituição.
A IJSUD( igreja de Jesus cristo e dos santos dos Ultimos dias ) para ser aceita nos outros países, que não possuem esta cultura aberta a sanidades como os Estados Unidos, teve de se adaptar as leis e aos valores morais das sociedades.
No Brasil, por exemplo, ninguém fala em Poligamia.Eu já fui membro desta instituição e digo com propriedade. Para os seguidores brasileiros, isso é história do passado.Mas todos sabemos que eles ainda são poligamios e que esta cultura, típicamente americana, é uma afronta aos direitos da mulher e os direitos civis.Não é raro vermos casos de denúncias contra a "Igreja" que escandalizam a sociedade e jogam no chão anos e mais anos de uma filosofia que , na sua teoria tão bem construída, é de extrema erudição.Quero dizer, alguns velhos membros da IJSDU são , assim como na Igreja católica, vermes que não permitem uma renovação de acordo com os princípios de uma Comunidade contemporânea.
Parabéns pela matéria.
Abraços

Brasileiros nos EUA disse...

Infelizmente isso é visto como história do passado no Brasil, mas nos EUA muitas famílias vivem essa realidade e mais só não volta publicamente para a SUD porque o Estado não permite, mas os mórmons afirmam que foi um madamento e que o praticariam de novo caso deus revelasse para um membro influente.

Anônimo disse...

Os coimentários sobre poligamia observados aqui são frutos de desconhecimento das doutrinas da igreja. Ignora-se o propósito da origem da revelação dada. Ignora-se o propósito da origem da reveleação dada. Ignora-se a organização da igreja e muitos outros aspectos muito básicos da doutrina e que são básicos demais para serem levados em considerações pelos autores, mas muitas coisas são básicas, mas são essenciais para se compreender uma doutrina tão profunda como esta. profunda, mas simples. Tão simples que muitos não a compreendem e provalvelmente nunca compreenderão nesta vida.

Anônimo disse...

Desculpe-me se estou sendo um pouco mal-educado ou se estou sendo ignorante, mas ao autor deste artigo que diz que Mórmons são Poligâmicos, voc~e está se baseando em que provas? Em que fatos?
Se está se baseando em uma pessoa qualquer que está falando que Mórmons são poligâmicos e até hoje praticam esse ato? Me diga se você já viu em algum noticiário, ou até mesmo em Telejornais, entre outros lugares se falam que Mórmons são poligâmicos.
De onde veio sua idéia ridícula de que Joseph Smith tinha 48 esposas? Poderia mostrar provas? Joseph tinha SOMENTE uma esposa, conhecida como Emma Smith, não existe NENHUM lugar ou alguém desta religião que afirme que Joseph era casado com 48 mulheres(a não ser que o senhor autor deste blog acredite em qualquer coisa que alguém afirme a ele sem questionar por provas).
"Não é raro vermos casos de denúncias contra a "Igreja" que escandalizam a sociedade"
Não mesmo? então poderia me mostrar somente UM caso que ocorreu esse ano?
Aliás, eis aqui a verdadeira história de Joseph, antes que este site que se diz ser uma espécie de "espião" das culturas americanas fale mais baboseiras que uma criança de 5 aninhos consegue falar. http://www.historiamormon.org/joseph_smith_biografia

Joseph Smith em sua história, perdeu vários filhos. Nunca se casou com outra, mas pelo fato de querer restaurar a Igreja, e estabelecer-se rapidamente em certos locais onde os povos desses locais não acreditavam que ele conseguiria ir tão longe, Joseph fora perseguido muito tempo, tendo filhos mortos.
"No entanto, Smith começou a praticá-la em 1830 e, secretamente, contou a seus membros que havia recebido uma revelação: um homem deve ter várias esposas para se acessar o reino dos céus."
E quem lhe contou essa tal "revelação"? Mais uma vez você afirma qualquer coisa sem obter PROVAS.
Uma dica para você senhor autor deste blog é que, as informações aqui, não são só pessoais. O Mundo pode acabar vendo isso aqui. E acho que ninguem vai acreditar em qualquer coisa sem provas certo? Ou me diz se sua próxima "matéria fascinante" vai ser que galinhas vão invadir nosso mundo e acabar com nosso planeta?

Desculpe a má educação, mas sou Mórmon, nunca pratiquei Poligamia, nem meus pais e nem ninguém que eu conheça que seja Mórmon de minha Região e acho isso uma extrema falta do que fazer para criticar os Mórmons sem PROVAS algumas :/

Espero que cresça, e aprenda a escrever tudo baseado em fatos, por que falar que uma religião pratica poligamia, que é um assunto sério, sem fatos e sem nada é extrema infantilidade e que mostra que uma criança de 12 aninhos pode ser a dona desse site.

Postar um comentário

Esse espaço é seu. Sinta_se à vontade!